,

4 tendências no crowdfunding imobiliário que você deveria saber

4 tendências no crowdfunding imobiliário que você deveria saber

4 tendências no crowdfunding imobiliário que você deveria saber

A Forbes, uma das principais revistas de negócios e economia do mundo, publicou um artigo sobre o crowdfunding imobiliário nos Estados Unidos.  Abaixo, confira a versão traduzida para o português:

De acordo com o relatório de crowdfunding da Massolution, o dinheiro arrecadado por indivíduos, marcas emergentes e até empresas estabelecidas através de plataformas de crowdfunding excedeu US$ 34,4 bilhões em 2015. Os analistas ainda preveem que o crowdfunding superará o financiamento por venture capital este ano. Esses números, embora impressionantes, não são surpreendentes devido às atuais tendências do mercado. O que é mais interessante é quando detalhamos o crowdfunding de forma mais específica. Por exemplo, no setor imobiliário, as empresas estão usando esta fonte de financiamento não tão nova para inovar em seus respectivos mercados para maximizar sua visibilidade e lucratividade.

O setor imobiliário é um dos mercados que mais rápido tem adotado o crowdfunding para aplicá-lo de uma nova maneira. Se você está participando no mercado imobiliário de maneira institucional ou como um investidor individual, você pode ter sido informado de que o setor imobiliário é um investimento que sempre vale a pena. Aqueles que investiram antes de 2008 sabem, infelizmente, que nem sempre é o caso. No entanto, o que é verdade é que um portfólio de investimentos diversificado deve, se possível, conter imóveis. Por quê? Alguns dizem que é porque a terra é um dos recursos mais preciosos e escassos. Mas este argumento tem sido desconsiderado, especialmente entre os millennials que simplesmente não sentem a mesma atração por possuir coisas como seus pais e avós. Como resultado, o setor imobiliário era, e é, um segmento de mercado pronto para mudanças, especialmente com o crescimento do crowdfunding imobiliário.

Aqui estão 4 tendências emergentes sobre crowdfunding imobiliário para prestar atenção esse ano:

1. Regulamentação traz o crowdfunding para a maturidade:

Até 2014 e até mesmo no início de 2015, o crowdfunding ainda era muito menosprezado no mundo de captação de recursos. As pessoas ainda estavam confusas com isso e o governo ainda não havia estabelecido regulamentos para isso, o que deixava ​​os consumidores típicos e os investidores experientes cansados. Hoje, o crowdfunding amadureceu e os investidores estão mais intrigados do que céticos. Isto se deve, em grande parte, à Lei JOBS e à promulgação do Regulamento A+. A Lei JOBS foi assinada pelo ex-presidente Barack Obama em 2012 com a intenção de incentivar o financiamento de pequenas empresas nos EUA, simplificando vários regulamentos de valores mobiliários. Mas o mais crítico para o mundo do crowdfunding é que, esta lei, ou mais especificamente os Títulos II e III, deram à SEC (órgão americano correspondente à CVM no Brasil) a capacidade de adotar regras claras e definidas em torno do equity crowdfunding. Ela legitimou o setor, que vem crescendo desde então. Mesmo com esses regulamentos, é importante que todos os investidores tomem seus próprios cuidados. Afinal, os investimentos imobiliários, como todos os investimentos, trazem riscos e nunca dão um retorno garantido.

2. Investimento estrangeiro no setor imobiliário está em alta

Não é surpresa que dinheiro do mundo inteiro esteja entrando no mercado imobiliário dos EUA. O que é surpreendente, no entanto, é o aumento significativo nos investimentos internacionais especificamente no crowdfunding imobiliário. De acordo com The Guardian, um recente estudo imobiliário dos EUA mostrou que investidores chineses investiram US$ 110 bilhões no mercado americano nos últimos 5 anos (ambos imóveis comerciais e residenciais). Este montante deve ser duplicado nos próximos 5 anos. Devido à expansão do investimento estrangeiro nos EUA, é relativamente seguro afirmar que uma parcela desse montante entrará através de opções alternativas de financiamento, como o crowdfunding imobiliário. Economistas acreditam que essa tendência de crescimento se deve, em grande parte, à instabilidade econômica global e à necessidade dos investidores estrangeiros de investirem em uma economia mais estável, como a dos Estados Unidos.

3. Millennials ricos estão investindo seu dinheiro de forma diferente

As marcas estão sendo atingidas pela falta de desejo entre os millennials de possuir “coisas” tradicionais. Esse termo foi apelidado de “mudança de propriedade” e se aplica à compra de tudo, até para imóveis. Em um mundo onde podemos viver com o toque de um botão e a maior empresa imobiliária do mundo não possui nenhuma propriedade (Airbnb), o mundo sob demanda aparentemente tirou o desejo de “ser dono” dessa geração. No entanto, com o crescimento de empresas de tecnologia de US$ 1 bilhão e o aumento de millennials milionários, a necessidade de colocar seu dinheiro em algum lugar ainda está em suas mentes. O crowdfunding imobiliário tem o potencial de ajudá-los a aumentarem suas riquezas, mantendo-se fiéis às suas crenças.

4. Crowdfunding para aposentadoria

O número de americanos que economizam dinheiro para a aposentadoria aumentou nos últimos seis anos, e de acordo com o Bankrate.com, “mais americanos, especialmente pessoas mais jovens, estão economizando para a aposentadoria, e eles também estão poupando mais dinheiro.” Então, o que essas pessoas estão fazendo com esse dinheiro? Uma pergunta melhor talvez seja o que eles deveriam fazer com esse dinheiro?

Aqueles que consideram o investimento imobiliário, especialmente através de plataformas de crowdfunding, poderiam melhorar sua taxa de retorno com estratégias fiscais eficientes, mais especificamente IRA’s. Um artigo no BiggerPockets coloca desta forma: “a primeira necessidade financeira na aposentadoria é a renda passiva”. As plataformas de crowdfunding imobiliário permitem que aqueles que economizam para aposentadoria invistam em imóveis diretamente do campo de golfe, com apenas alguns cliques no telefone ou tablet.

Seja você alguém que está dando seus primeiros passos no mundo dos investimentos ou um investidor mais experiente, há uma oportunidade de crescimento desse mercado imobiliário moderno. Tenha em mente que muitos desses investimentos possuem baixa liquidez e não são adequados para todos os investidores. No entanto, todo o propósito do crowdfunding é fornecer um ponto de entrada e visibilidade para novas marcas, redes e oportunidades de investimento que, historicamente, são mais restritos. Com inovadores como o Crowdfunder criando redes de investimento únicas e crescimento contínuo em setores como o imobiliário, a escalabilidade dessas oportunidades é grande.

Publicado em: forbes.com