Menu fechado

Os 5 melhores fundos imobiliários de galpões logísticos

galpões e caminhões

Descubra quais são os 5 melhores fundos imobiliários de galpões logísticos e aprenda como investir neles!

Um bom investidor sempre está procurando boas oportunidades para fazer o seu dinheiro render mais. Esse com certeza deve ser o seu caso, e é por isso que você precisa conhecer os fundos imobiliários de galpões logísticos.

Embora o conceito por trás desse tipo de FII seja simples, é preciso entender o que ele é, como ele funciona, quais são suas vantagens e quais são as melhores opções do mercado antes de colocar o seu dinheiro nesse tipo de ativo.

Por esse motivo, nós da Urbe.me decidimos te ajudar apresentando os 5 melhores FIIs de galpões logísticos do mercado, além de uma série de outras informações que com certeza vão te ajudar muito. 

Quer saber mais sobre o assunto? Confira então o conteúdo que preparamos exclusivamente para você!

  • Entenda o que é um FII de galpões logísticos;
  • Na prática, como tudo isso funciona?;
  • Os 5 melhores FIIs de galpões logísticos do Brasil;
  • 1. XP LOG Fundo Imobiliário (XPLG11);
  • 2. CSHG Logística Fundo Imobiliário (HGLG11);
  • 3. VINCI LOGÍSTICA Fundo Imobiliário (VILG11);
  • 4. Bresco Logística Fundo Imobiliário (BRCO11);
  • 5. Industrial do Brasil FII (FIIB11);
  • Vantagens dos fundos imobiliários de galpões logísticos;
  • Os contratos dos fundos imobiliários de galpões logísticos costumam ter um período de duração elevado;
  • A construção dos galpões logísticos é relativamente “simples”;
  • O mercado digital não para de crescer e os galpões logísticos são peça chave nessa equação;
  • Como investir em fundos imobiliários de galpões logísticos?;

Entenda o que é um FII de galpões logísticos

Para entender o que é um FII de galpões logísticos, precisamos deixar claro o que é um galpão logístico: esses galpões são centros logísticos, geralmente utilizados para distribuição, separação, recebimento e armazenagem de produtos das mais variadas empresas.

Atualmente, é muito comum que e-commerces busquem por esse tipo de galpão. Não é à toa que empresas como Amazon, Magazine Luiza e Mercado Livre façam investimentos massivos nessa área.

Em um mercado que preza por agilidade, preço baixo e uma grande competitividade, esses galpões acabam se tornando estruturas muito valiosas e que podem gerar uma vantagem competitiva gigantesca para um negócio.

Muitos FIIs surgiram com a premissa de aproveitar esse mercado, investindo única e exclusivamente em imóveis com fins logísticos. Dessa forma, ao se tornar um cotista deste tipo de fundo imobiliário, você também passa a ser proprietário desses galpões.

É importante ressaltar que, como os demais FIIs, não há cobrança de Imposto de Renda sobre os proventos pagos pelos fundos de galpões. 

Na prática, como tudo isso funciona?

Conforme mencionamos anteriormente, são muitas empresas que necessitam de galpões logísticos para que possam dar andamento às suas operações da melhor maneira possível, sempre mantendo uma gestão eficiente e barata.

Todavia, nem sempre acaba sendo tão simples construir esse tipo de estrutura logística, principalmente quando se torna necessário avançar tão rapidamente dentro do mercado, em meio a tanta concorrência.

Então para não precisar queimar muito capital de uma só vez ou então para conseguirem avançar com maior velocidade, muitos negócios acabam optando por alugar galpões de terceiros.

Nesse contexto é que as gestoras dos fundos imobiliários aproveitam a oportunidade, adquirindo galpões e alugando eles para terceiros. Dessa forma, a receita do FII acaba sendo proveniente do pagamento do aluguel desses galpões.

Ainda sim, é importante ressaltar que os galpões podem ter diferentes valores de aluguel no mercado, dependendo do tamanho, estrutura e, principalmente, da localização, que precisa ser estratégica.

Os 5 melhores FIIs de galpões logísticos do Brasil

Agora que você já sabe o que são os FIIs de galpões logísticos e como eles funcionam, que tal conhecer os 5 melhores FIIs deste segmento? Confira a seguir!

1. XP LOG Fundo Imobiliário (XPLG11)

O XP LOG é o maior fundo imobiliário de galpões logísticos do Brasil, contando com um patrimônio líquido de aproximadamente R$2,9 bilhões de reais.

Ele foi formado em outubro de 2016, tendo sua administração feita pela Vórtx DTVM Ltda., e sua gestão pela XP Gestão de Recursos Ltda.

Hoje o XP LOG conta com 13 ativos, localizados nos seguintes estados:

  • São Paulo
  • Rio de Janeiro
  • Minas Gerais
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina
  • Pernambuco

A taxa de administração do fundo gira em torno de 0,75% a 0,95%. Nesse caso, a gestão, custódia e escrituração estão inclusos nessa taxa. 

2. CSHG Logística Fundo Imobiliário (HGLG11)

O CHSH é o segundo maior fundo de galpões logísticos do Brasil, com um patrimônio líquido de R$2,7 bilhões.

Ele é administrado pela Credit Suisse Hedging Griffo Corretora de Valores S.A e possui 17 ativos em 5 estados brasileiros. São eles:

  • São Paulo
  • Rio de Janeiro
  • Minas Gerais
  • Santa Catarina
  • Pernambuco

A taxa de administração do fundo é de 0,6% ao ano sobre valor de mercado de negociação em bolsa do fundo. Gestão, custódia e escrituração estão inclusas na taxa de administração.

3. VINCI LOGÍSTICA Fundo Imobiliário (VILG11)

O Vinci Logística FII  é o terceiro maior fundo de galpões logísticos do Brasil, com patrimônio líquido de R$1,7 bilhão.

Ele possui 14 ativos, que estão localizados em 6 estados:

  • São Paulo
  • Rio de Janeiro
  • Minas Gerais
  • Espírito Santo
  • Rio Grande do Sul
  • Pernambuco

A taxa de administração do fundo é de 0,95% ao ano.

4. Bresco Logística Fundo Imobiliário (BRCO11)

O Bresco Logístico FII é o 4° melhor fundo imobiliário do Brasil, possuindo um patrimônio de 1,6 bilhões.

Ele possui 10 ativos que estão localizados em 5 estados:

  • Paraná
  • São Paulo
  • Minas Gerais
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Sul

A taxa de administração é de 0,0975% ao ano.

5. Industrial do Brasil FII (FIIB11)

Outro fundo que pode ocupar a nossa lista de melhores fundos do Brasil é o Industrial do Brasil, que concentra seus investimentos no Perini Business Park.

São  277.714,50 m² de terreno e 103.490,22 m² de área para locação distribuídos para empresas interessadas. Porém, o fundo possui um único ativo, que está localizado em Joinville-SC.

O fundo possui um valor de mercado de R$309 milhões e uma taxa de vacância de 4,59%, além de contratos com vencimento apenas para 2022 e uma excelente diversificação em seus inquilinos.

A taxa de administração é de 3% ao mês.

Vantagens dos fundos imobiliários de galpões logísticos

Veja a seguir quais são as principais vantagens dos fundos imobiliários:

Os contratos dos fundos imobiliários de galpões logísticos costumam ter um período de duração elevado

Os contratos de FIIs de galpões logísticos costumam ter uma duração muito acima da média, justamente por conta de todo o valor estratégico que eles possuem. É muito comum encontrar contratos no mercado que podem chegar a até 30 anos de duração.

Ou seja, isso acaba garantindo uma grande previsibilidade de receita ao FII e aos cotistas.

É importantíssimo ressaltar que os contratos de longa duração não são nada comuns em outros tipos de FIIs.

A construção dos galpões logísticos é relativamente “simples”

Não há como negar: não existe comparação entre a dificuldade de erguer um galpão logístico e outras construções características dos fundos, como lajes corporativas e shoppings.

Afinal de contas, o galpão possui uma estrutura muito mais simples, já que é usado apenas para o armazenamento de mercadorias.

Graças a essa característica única, a construção dos galpões passa a ser rápida e barata, assim como sua manutenção ao longo do tempo.

Em outras palavras, é menos dinheiro que precisa sair do bolso da gestora do FII ao longo do tempo.

O mercado digital não para de crescer e os galpões logísticos são peça chave nessa equação

A pandemia serviu para nos mostrar uma coisa em relação aos e-commerces: essa modalidade de compra veio — definitivamente — para ficar.

Porém, em um mercado cada vez mais competitivo, as empresas precisam se reinventar para conseguir oferecer a mesma condição de frete e mercadorias que suas concorrentes.

Ao contrário do passado, hoje os grandes negócios não enxergam mais as lojas virtuais como o “quarto dos fundos” das grandes indústrias, mas sim como empresas únicas e que necessitam de uma estrutura própria.

Essa estrutura, na maioria dos casos, vai se materializar na forma de um — ou mais — galpões logísticos.

Como esse mercado só tende a crescer, os galpões devem ser cada vez mais requisitados daqui para a frente.

Como investir em fundos imobiliários de galpões logísticos?

Os FIIs são negociados na B3 — bolsa de valores brasileira —, com um ticker individual (ex: HGLG11).

A negociação funciona como se fosse investir em ações de empresas: você comprará uma cota do FII e se tornará um cotista, passando a receber os dividendos por cota mensalmente.

Se você quer investir em fundos imobiliários de galpões logísticos, você pode fazer isso criando uma conta em alguma corretora de valores e investindo diretamente por lá.

Artigos recentes

Copyright © 2014-2020 URBE. All rights reserved.