,

O dinheiro para o Minha Casa Minha Vida vai acabar?

O dinheiro para o Minha Casa Minha Vida vai acabar?

O dinheiro para o Minha Casa Minha Vida vai acabar?

 

Visitamos a Incorporadora Longitude para conversar com Guilherme Bonini, sócio e diretor executivo da empresa, para conversar mais sobre o mercado imobiliário e os possíveis cenários para os próximos anos.

Confira um pedaço da nossa conversa:

 

A escassez do funding deve acontecer no curtíssimo prazo porque nos últimos anos, visto que o mercado do médio padrão foi horrível, praticamente todas as empresas se voltaram para o setor do baixo padrão como solução dos seus problemas no curto prazo.

Por isso, nesse ano de 2019 eu acredito que será um ano com muitos lançamentos no programa Minha Casa Minha Vida (MCMV). Acaba que o grande diferencial para uma incorporadora, fora a capacidade de funding, vai ser quem tem uma equipe mais treinada, quem tem o produto um pouco melhor localizado, etc.

Isso acontece porque o produto do MCMV é uma commodity. Os produtos tem a mesma metragem, a localização é muito parecida, os corretores são os mesmos em todos os lugares e as empresas que vendem também. Além disso, o financiamento é feito pela Caixa Econômica Federal. Então praticamente não há vantagem competitiva nesse setor, não existe diferencial.

Então a escassez do funding deve acontecer no curtíssimo prazo devido a essa grande guinada do mercado, já que o número de empresas que estão nesse mercado praticamente dobrou, e o dinheiro disponível continua o mesmo.

Nós teremos um orçamento para 2019 que deve suprir uma boa fatia da demanda dessas construtoras, mas não total. Acredito que quem sair na frente vai garantir o orçamento.